Formula Vee Brazil

Formula Vee Brazil
Click na Foto Acima para Saber Tudo Sobre a Formula Vee Brazil

quinta-feira, 23 de abril de 2009

O primeiro a assustar os Roadsters em Indy



Em 1961 a Cooper e Jack Brabham foram correr em Indianápolis com um F1 modificado com off-set de suspensão e um motor Coventry Climax 4 cilindros de 2,7 litros, um motor bem fraquinho para os padrões de Indianápolis.

Chegou em nono, pois teve uma parada a mais do que o planejado. O carro era ultrapassado pela direita e pela esquerda durante toda corrida, iludindo a assistência que achava que ele não andava.

Só quem estava nas curvas reparava que Jack Brabham não se assustava e ultrapassava todo mundo de volta. De novo era ultrapassado nas retas. Girava a 144/ 145 milhas/h e os Roadsters a 144/146, uma mínima diferença.

Ficou remando assim por 500 milhas e acredito que era o único piloto do mundo à época a ter essa teimosia e coragem. Isso em um carro muito menor que os enormes Roadsters da época.

Brabham era muito teimoso e planejou apenas duas paradas, embora os fabricantes dos pneus recomendassem três. Errou redondamente, os pneus jamais resistiriam a quase 70 voltas, a menos que andasse devagar. No final, êle teve que parar três vezes e perdeu muitas posições.

Êle percebeu logo no começo que tinha errado, pois teve que parar na 42 com os pneus em frangalhos. Mudou a estratégia e diminuiu para economizar os pneus conseguindo só parar na volta 112, de novo no limite dos pneus, dando exatamente 70 voltas em ritmo menor. Finalmente teve que parar na volta 177 com 65 voltas.

Acreditava Brabham depois da corrida, que se não tivesse andado devagar na segunda perna teria chegado em quinto ou sexto. Ganhar só se tivesse alguns cavalinhos a mais.

Muitos que não viram a corrida ou estavam nas retas levaram Brabham e o pequeno Cooper na gozação, mas Dan Gurney reparou e convenceu a Ford e Colin Chapman a correr em Indy.

4 comentários:

M disse...

Boa lembrança !

Francisco J.Pellegrino disse...

Gente corajosa pilotando os charutinhos a 250 km/h de média.

Pé de Chumbo disse...

Ô Zullino, tem um video pra vc ver lá no meu blog...outro com vento de través, mas desta vez, visto do cockpit...

Anônimo disse...

Caraca Zullino !

Nunca tinha prestado atenção nem sabia de tamtos detalhes dessa prova de Brabham com o Cooper em Indy ,fantastico!

Sempre foi um adimirador de Brabham ,ele com Cooper colocou o mundo das competições a seus pés ,com um orçamento e uma simplicidade tecnica absurda ,depois em 66 e 67 Brabham voltaria ao podium mais alto quase da mesma forma ,com um carro muito simples e com um orçamento muito inferior aos concorrentes ,não vamos esquecer que o Brabham de 66 ainda utilizava um chassi tubular e o motor Repco foi feito a partir de um bloco de serie e ainda usava duas valvulas por cilindro ,pouco potente mais resistente e muito mais leve que os concorrentes faturou dois campeonatos !!

Jonny'O